quinta-feira, 19 de março de 2020

Ex-jogador do Corinthians e Botafogo morre aos 21 anos

Em meio à pandemia do coronavírus, que paralisou praticamente todos os campeonatos pelo mundo, o futebol brasileiro recebeu mais uma triste notícia nesta quarta-feira. 

O meia Ramonzinho, de apenas 21 anos, faleceu por conta de problemas nos rins.

Ramonzinho passou pelas categorias de base do Corinthians em 2018
Foto: Reprodução

Ramon Cunha de Mello foi um atacante promissor e que chegou ao Corinthians por empréstimo do Nova Iguaçu. As dores abdominais atrapalharam sua carreira e ao ser examinado ele teve o diagnóstico de insuficiência renal. Teve de fazer hemodiálise quando seus rins pararam de funcionar e nesta quarta-feira acabou falecendo.

Os clubes lamentaram a morte através das redes sociais e prestaram homenagem ao jovem meia.

"O Sport Club Corinthians Paulista lamenta o falecimento do jogador Ramonzinho, que atuou no Sub-20 do Timão em 2018, devido a uma insuficiência renal grave. Muita força aos familiares neste momento difícil”, publicou o Corinthians.

Pelo Corinthians, o meia disputou 36 partidas na equipe Sub-20, inclusive na Copa São Paulo de Juniores.

O Botafogo também prestou suas condolências a Ramonzinho. "Com imenso pesar e tristeza, o Botafogo de Futebol e Regatas lamenta o falecimento do ex-atleta das categorias de base Ramonzinho. Habilidoso e promissor, ele atuou na equipe Sub-20 do Glorioso entre as temporadas de 2018 e 2019. O Botafogo decreta luto e manifesta sua solidariedade a familiares e amigos nesse momento difícil."


Fonte:FI


América informa a suspensão provisória das suas atividades

Image

ABC anuncia paralisação geral por 15 dias

A diretoria do ABC FC se reuniu nesta quinta-feira (19), inicialmente, com a comissão técnica e jogadores, e depois com todos os funcionários, e comunicou no twitter, a decisão de paralisar geral as atividades do clube por 15 dias.


quarta-feira, 18 de março de 2020

Clube paraibano anuncia o potiguar Almir Dionísio (campeão pelo América em 2019) para exercer o cargo de gerente executivo

Em meio à incerteza sobre a continuidade do Campeonato Paraibano, isso por conta da pandemia do novo coronavírus, a diretoria do Treze/PB anunciou nesta  última terça-feira (17) a contratação de um novo profissional para o departamento de futebol do clube. 

Almir Dionísio, que tem passagens por vários clubes, principalmente do futebol do interior de São Paulo, vai atuar como gerente executivo do clube alvinegro. Ele foi apresentado esta terça-feira no Estádio Presidente Vargas.

Dirigente foi apresentado pelo Galo da Borborema — Foto: Cassiano Cavalcanti / Treze
Foto: Cassiano Cavalcanti / Treze

O novo gerente executivo do Alvinegro é um velho conhecido do técnico Moacir Júnior. Juntos, os dois trabalharam no América onde conquistaram o título do Campeonato Potiguar, na temporada de 2019. Além desse título, Almir Dionísio também participou do grupo do Primavera durante a conquista da divisão de acesso do Campeonato Paulista, isso na temporada de 2018.


América contrata o atacante Eder, ex-Aimoré/RS e ABC/RN para a sequência da temporada

O América contratou nesta quarta-feira (18), mais um atacante para a sequência da temporada. Trata-se do atacante Eder, que estava jogando no futebol gaúcho, vestindo à camisa do Aimoré.

Eder (BRA)
Foto: Divulgação

Ederson Bruno Domingos, no mundo do futebol, o Eder, tem 30 anos, com 1,71 de altura. Jogador rodado e que teve passagem no nosso futebol, vestindo à camisa do ABC em 2019, onde fez 24 jogos marcando apenas 2 gols.

Seu último clube foi o Aimoré, onde na atual temporada, fez 6 jogos (duas como titular e quatro vindo do banco de reservas), onde marcou 1 gol, estando em campo por 263 minutos.

Na carreira, Eder jogou por várias equipes como: Yokohama FC (Japão), Ypiranga/RS, Canoas/RS, VeranópolisRS, Novo Hamburgo/RS, Brasil de Pelotas/RS, Lajeadense/RS, Glória/RS, São José/RS, Luverdense/MT, São Luiz/RS, Caxias/RS, ABC/RN e por último no Aimoré/RS.


Atacante Augusto, novo reforço do América, fez parte de sua pré-temporada em dezembro/2019 no ABC

O atacante Augusto, 28 anos, jogador contratado pelo América para a sequência da temporada, teve passagem pelo ABC no final do ano passado, onde estava fazendo a pré-temporada. A contratação de Augusto para o ABC, foi um pedido do técnico Francisco Diá.

Depois de se destacar no Campinense/PB, Augusto chamou atenção da diretoria do Santa Cruz/PE e desembarcou no clube pernambucano em 2017. O atacante nunca conseguiu se firmar entre os titulares e acumulou 67 partidas e oito gols marcados em mais de dois anos na equipe.

Foto: Divulgação

Em atrito com a direção do Santa Cruz, o jogador acionou a justiça para receber salários atrasados e cifras referentes à rescisão, se desligando assim de forma polêmica do clube.

Augusto (BRA)
Foto: Divulgação

Augusto chegou ao ABC, no início de mês de dezembro/2019, onde tinha fechado com o clube alvinegro até o final do brasileiro de 2020.

Um pouco mais de 15 dias no clube alvinegro, Augusto foi procurado por um clube do Vietnã. Como o seu contrato tinha uma cláusula que obrigava o ABC a liberar o jogador em caso de proposta do exterior, a direção aceitou o pedido e liberou o atleta.

Três meses após deixar o ABC. O atleta está de volta ao futebol brasileiro e ao futebol potiguar para vestir agora à camisa do América FC.


CBF atinge R$ 957 milhões de receita em 2019

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) registrou em 2019 uma receita total de R$ 957 milhões, um aumento de 43,3% em relação a 2018.

O valor foi apresentado nesta terça-feira, em Assembleia Geral da entidade, em que as demonstrações financeiras do ano passado foram aprovadas por unanimidade. Elas haviam sido submetidas antes à auditoria independente e ao Conselho Fiscal da CBF.

Sede da CBF com novo nome — Foto: Luiz Vitor Lopes
Foto: Divulgação

De acordo com a entidade, esse recorde foi alcançado pela elevação de três fontes de receita: o Fundo de Legado da Copa do Mundo de 2014, direitos de transmissão e patrocínios.

Rogério Caboclo, presidente da CBF
Foto: Lucas Figueiredo 

- A CBF é hoje uma grande empresa brasileira, com gestão e resultados na proporção do seu porte. Chegamos a mais de meio bilhão de reais investido no futebol nacional apenas em 2019. Se considerarmos os últimos três anos, os valores aportados superam R$ 1,37 bilhão - declarou presidente da CBF, Rogério Caboclo (Foto).

Segundo as demonstrações financeiras da CBF, o superávit da entidade em 2019 foi de R$ 190 milhões - aumento de 265% em relação ao ano anterior. Mais da metade dos R$ 957 milhões de receita total foi aplicada direta e indiretamente no futebol: R$ 535 milhões. Foram R$ 215 milhões no custeio das seleções adultas e de base, além de R$ 320 milhões na realização de competições e no fomento do futebol pelo Brasil.

A CBF diz ter recolhido R$ 189,6 milhões em encargos sociais e tributos federais, estaduais e municipais ao longo do exercício de 2019. O ativo total da confederação ao final do ano foi de R$ 1,248 bilhão.





Fonte: Globoesporte.com